A carregar...
Última actualização: 24-02-2017 Publicado a: 24-02-2017
Feed RSS
60 anos do Fundo Social Europeu | FSE

60 anos do Fundo Social Europeu | FSE

No ano de 2017 comemora-se o 60.º aniversário do Tratado de Roma e da criação do FSE.


Sendo a UE uma comunidade de valores partilhados, o FSE, a sua principal ferramenta de investimento nas pessoas, é a expressão prática destes valores.


Agora, mais do que nunca, as missões do FSE estão no centro das preocupações dos cidadãos europeus. 


O FSE contribui para as prioridades da União Europeia ligadas ao reforço da coesão económica, social e territorial através de:

  • Melhoria do emprego e das oportunidades de trabalho
  • Investimento na educação e formação
  •  Fortalecimento da inclusão social de pessoas desfavorecidas na UE
  • Reforço da eficiência da administração pública

 

O FSE é um importante instrumento de apoio à competitividade e crescimento da UE e o principal instrumento de investimento no capital humano.

 

O FSE contribuiu significativamente para a redução dos efeitos negativos da crise e, pela sua flexibilidade, respondeu de forma eficaz aos desafios emergentes associados.

 

Mais especificamente, em 2007-2013, numa:

  • UE que cumpre, o FSE apoiou pelo menos 9,4 milhões de Europeus a encontrar trabalho
  • UE que capacita o FSE ajudou 8,7 milhões de pessoas a obter uma qualificação ou certificado. Para além disso, 13,7 milhões de participantes em atividades financiadas pelo FSE reportaram outros resultados positivos, tais como níveis de competências acrescidos
  • UE que protege, o FSE ajuda pessoas a encontrar emprego ou a manter o atual posto de trabalho e a adaptar-se às novas exigências de um mercado de trabalho em mutação. Por toda a Europa, faculta novas oportunidades a pessoas desfavorecidas, incluindo migrantes, e trabalha no sentido de uma maior inclusão social e da redução da pobreza.

 

O FSE apoia também de forma significativa a modernização, o reforço e o alargamento do âmbito dos serviços públicos, tais como os serviços públicos de emprego (SPE) e outras instituições responsáveis por medidas concretas relacionadas com o mercado de trabalho. Tem sido o principal veículo de apoio para reformas estruturais. De acordo com simulações macroeconómicas, o FSE teve também um impacto positivo no PIB da EU28 (um crescimento de 0,25%) e na produtividade.

 

Desde 2014 e graças ao FSE e à Iniciativa Europeia para o Emprego dos Jovens (IEJ), 2,8 milhões de jovens, incluindo 1,6 milhões de desempregados e 700 000 inativos, encontraram uma via para o emprego. Entre estes participantes, 235 000 estão empregados na sequência de uma operação no âmbito do FSE ou da IEJ, 181 000 obtiveram qualificação após uma operação no quadro do FSE ou da IEJ; 100 000 encontram-se a estudar ou em formação graças ao apoio do FSE ou da IEJ e 275 000 participantes desfavorecidos em operações do FSE ou da IEJ dedicaram-se à procura de emprego, ensino/formação, conseguiram uma qualificação ou estiveram em situação de emprego, incluindo, emprego por conta própria.

Pesquisar notícias:
Visite-nos Facebook Twiter You Tube